Conteúdo on-line

Produzir conteúdo on-line como parte da sua estratégia de marketing não é apenas importante, é praticamente uma obrigação para atingir e fidelizar o seu público. E quem comprova isso é a pesquisa Content Trends 2017, realizada pela Rock Content, que aponta que 71% das empresas já utilizam esta estratégia no Brasil.

Mas como o seu público chega ao seu conteúdo? A mesma pesquisa também buscou identificar quais os canais mais utilizados pelos brasileiros para encontrar conteúdo on-line. Os quatro mais importantes são:

  1. Busca orgânica no Google (84,7%)

Quando você começa uma busca do zero na Internet é muito provável que o seu primeiro recurso seja “jogar no Google”, não é mesmo? E é exatamente o que a maioria das pessoas pesquisadas faz. Por isso, é extremamente importante que a sua marca esteja bem posicionada, principalmente porque 80% das pessoas não chegam à segunda página de resultados. Para melhorar as chances de estar na primeira página de forma orgânica (sem pagar por anúncios), é preciso adotar técnicas de SEO que deixem o seu site não apenas fácil de localizar, mas também uma referência entre os demais.

Veja também: Por que é importante que o Google encontre o seu site 

  1. Redes sociais (83,1%)

Em segundo lugar, mais bem próximo do primeiro, aparecem as redes sociais. Levando em consideração que quase metade da população brasileira possui perfil em alguma rede social e que, destas, 97% possuem perfil ativo no Facebook, não é de se espantar que boa parte do conteúdo consumido seja encontrado lá.

Veja também: Ranking das redes sociais mais utilizadas por brasileiros

  1. Jornais e revistas on-line (47,9%)

Quase metade dos entrevistados citaram veículos de comunicação on-line como canais de consumo de conteúdo on-line. Para que a sua marca se beneficie destes canais é preciso contar com uma assessoria de imprensa ou apostar em conteúdos patrocinados. É muito importante diferenciar estas duas estratégias, pois na primeira a sua empresa aparece em conteúdos jornalísticos de forma orgânica, por meio da relevância do assunto ou da autoridade da empresa, por exemplo, enquanto os conteúdos patrocinados são pagos, mas produzidos de forma que se pareçam com conteúdo jornalístico.

  1. E-mail marketing (44%)

Sim, o e-mail marketing ainda é uma ferramenta relevante para a sua estratégia de conteúdo! Embora as taxas de abertura muitas vezes possam parecer desanimadoras (fruto de anos e anos de spam e filtros cada vez mais eficientes), tem muita gente que gosta de receber atualizações na caixa de entrada.

Veja também: E-mail marketing ou redes sociais?

O que isso significa?

Resumidamente, não basta apenas produzir conteúdo, é preciso garantir que o seu público o encontre. Por isso, é essencial aliar a sua estratégia a ferramentas como a otimização de SEO e gerenciamento de redes sociais, que são os dois canais mais significativos para alcançar o público.

Vale lembrar que cada nicho possui peculiaridades e que esses números podem variar dependendo do público, mas ainda assim, são fortes indicativos de onde os seus esforços de comunicação on-line devem estar.

Para conhecer melhor alguns termos que utilizamos neste post, consulte o nosso Dicionário prático de Marketing Digital.

Conteúdo on-line